24 de fev de 2012

Gravidez e Acupuntura


O  meu livro maravilhoso, que fala das fases da mulher de acordo com a MTC.


Tive (estou tendo) uma gestação muito tranquila e me senti bem em todos os momentos. Não tive enjôos, não fiquei com edemas ou inchaços e não tive nenhum desconforto maior. Fiquei super ativa e mesmo agora com uma barriga enorme, continuo muito bem disposta. Muitas pessoas me perguntam qual a minha receita. Acredito que uma pequena parte disso sejam fatores genéticos, mas grande parte vem de hábitos saudáveis. Aí eu posso incluir a minha alimentação (farei um post somente a respeito desse assunto), as minhas práticas de meditação, as minhas auto massagens com óleo, a minha prática pessoal de Yoga e claro as sessões semanais de acupuntura durante toda a gravidez. 

De acordo com a medicina tradicional chinesa, " A gestação é um momento de grande desgate energético para a mulher. Ela consome o seu Yin (seu corpo e sua matéria) e o seu Jing (sua essência) para formar o feto. Ela deve ter claro que os fatores de desgaste e de adoecimento encontram-se ligados à possibilidade de repouso, à alimentação equilibrada e saudável e às emoções". Portanto o meu cuidado foi realmente essencial para ficar bem e saudável durante esse processo. 

Eu como terapeuta ayurvédica, já tinha uma base de cuidados para as grávidas e quando comecei a conhecer melhor a medicina tradicional chinesa, vi que elas têm muito em comum. Então formei uma dupla que deu muito certo. Lendo o maravilhoso livro "O Domínio do Yin" da minha querida médica, Dra. Helena Campiglia entendi que: " O primeiro grande foco da acupuntura na gestação é promover o aumento do Qi ( o mesmo que Prana, ou energia vital) e do Jing (sua essência) da gestante. 
A mulher que carrega um ou mais filhos em seu ventre precisa de energia em dobro para si e para seu(s) bebê(s)".

Por isso, tudo o que a gestante fizer para aumentar seus níveis de energia, serão benéficos tanto para ela quanto para seu bebê. Então o meu conselho é: cuide-se! Muito! Aprecie essa fase e conecte-se de todas as maneiras com energias positivas. Se possível, diminua o ritmo no trabalho e evite situações de muito stress. Melhore seus hábitos, faça exercícios físicos moderados e Yoga e aprenda a respirar direito. Seu bebê é fruto das suas escolhas. E ao se cuidar bem, você faz uma declaração de amor à essa nova vida em seu ventre. 

Namastê!


Um comentário:

  1. este livro deve ser ótimo .. ele é antigo? gostaria muito de ler sobre fertilidade..

    ResponderExcluir